Jereissati Centros Comerciais

Noticias

Economia de água potável é prioridade em Shopping

Economia de água potável é prioridade em Shopping

Reutilização de águas pluviais reduz consumo de água potável

 

Início do ano é sempre de muita chuva no inverno paraense. No estado é esperado que se alcance 366.5 milímetros de água de chuva apenas para o mês de janeiro. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os dias nublados e com rajadas de ventos que chegam a atingir 70 km/h podem se estender até o mês de abril.

Pensando em reaproveitar da melhor forma a água da chuva, o Shopping Bosque Grão-Pará utiliza de dois sistemas de reutilização de águas, as pluviais e de reuso da estação de tratamento de esgoto, em vários setores. O empreendimento é um dos poucos em Belém que fazem a reutilização da água da chuva e faz uso de outros métodos de reciclagem para cuidar do meio ambiente.

Com tratamento e reuso dos efluentes, o Bosque Grão-Pará coleta água pluvial da cobertura dos edifícios que abastece o sistema de irrigação do paisagismo. Além disso, o shopping ainda faz uso dessa água nos banheiros, alcançando assim a redução em 100% do uso de água potável em mictórios e bacias sanitárias. Com esse reaproveitamento nos sanitários, a economia de água potável chega a 65% no empreendimento.

“Essa é uma ideia sustentável onde reutilizamos 100% da água nas descargas dos banheiros e no sistema de água gelada. Dessa forma o consumo de água da companhia distribuidora e dos poços reduz consideravelmente”, comenta o coordenador de manutenção do shopping, Adenildo Mendes.

Residência

Mas essa economia pode ser feita em casa também. Para isso é preciso construir um sistema de captação, filtragem e armazenamento da água captada. Dependendo do tratamento que é dado para essa água ela pode ser utilizada para lavar o quintal, limpar a casa, molhar as plantas, lavar o carro (que representam cerca de 50% do consumo de água nas cidades) e a também na descarga dos vasos sanitários.

BOX

Cuidados com a água captada para residência

O processo de coleta da água da chuva segue norma da ABNT NBR 15527:2007, e alguns dos cuidados são:

– Utilizar recipiente plástico próprio (com tampa), que deve estar limpo e desinfetado;

– Não deve receber a incidência direta do sol;

– Deve estar protegido do contato com animais e insetos (mosquito da dengue);

– Ficar longe de substâncias poluentes e tóxicas como produtos de limpeza, tintas, solventes e lixo;

– O recipiente deve ser limpo com uma solução de hipoclorito de sódio no mínimo 1x ao ano.